Bem-vindo
Eu tenho idade legal para tomar álcool no meu país
Si
No

O ritual aromático do vinho: por que você deve cheirá-lo antes de beber?

1222x485

Tuesday, 13 November, 2018

Provar algo novo é uma experiência, e você certamente já viu mais de uma pessoa sentir o cheiro do vinho antes de bebê-lo. Longe de ser um gesto extravagante, esse ritual é fundamental para aproveitar completamente uma taça da bebida.

A razão? Os sentidos desempenham um papel fundamental no momento da degustação, e o aroma que emerge da taça pode revelar informações importantes sobre o vinho. Por exemplo: as influências do vale de origem, o método de vinificação e a idade da bebida (uma garrafa jovem ou preservada durante anos…).

Mas de onde vêm esses aromas? Podemos aprender a reconhecer todos eles? A 1ª coisa que devemos saber é que os aromas do vinho vêm de 3 fontes:

  • Os aromas primários estão relacionados ao terroir, ou seja, ao lugar onde a uva foi cultivada. Fatores como o clima, a área de plantio e a composição do solo conferem uma característica a cada vinho por meio de notas florais, frutais, vegetais e minerais. Por exemplo: se a terra é rica em calcário, ela transmitirá notas minerais à bebida.
  • O segundo fator é a fermentação alcoólica, na qual nascem aromas secundários, que dependem da levedura e das condições de fermentação. Aqui você pode distinguir notas de torrada, caramelo ou fermento.
  • E, finalmente, o buquê ou os aromas terciários, aqueles obtidos depois da fermentação. Eles revelam informações como o envelhecimento no barril e a maturação na garrafa. Esses aromas são um pouco mais complexos, e com eles você pode distinguir aromas de mel, nozes, madeira, chocolate, frutas vermelhas etc.

A prática leva à perfeição! Deguste vinhos e compare as notas de flores, frutas e especiarias entre as diferentes variedades. A verdade é que, embora os degustadores tenham um talento para distinguir os diferentes aromas do vinho, isso não significa que alguém não possa treinar o nariz para aprender a reconhecê-los.

Ouse experimentar a melhor combinação de aromas e coloque em prática o que você aprendeu com o TRIO Wine.

en "O ritual aromático do vinho: por que você deve cheirá-lo antes de beber?"
Deixe um comentário